Mini Fic com Louis Tomlinson em Iresistible - 8º Capítulo "Me apaixonei por ela"

sexta-feira, junho 14, 2013 | | |



Olho pra Louis que pega e minha mão e vamos em direção a porta da boate, ele se aproxima de meu ouvido e sussurra.
- Agora é só esperar as consequências amanhã. – começo a rir.
- Da nada, agora não adianta mais, o que tinha pra faze já foi feito, agora não adianta mais volta atrás.
Quando entramos na boate, uma imensidão de garotas, que saem sel la Deus de onde, começam a rodear Louis que fica me olhando.
- Tudo bem, vou até ali com a Rafa e o resto da galera, vou estar logo ali viu? Se quiser pode ir até lá. – Falei enquanto ele concordava e pousava para fotos com as garota. Me viro e então vou até Rafa que ao ver que estava indo em direção a ela, começou a bater palma e dizer parabéns.
- Parabéns, dona (seu nome)! Fisgo o bofe então.
Eu ri e olhei pro chão, senti que corei de mais.
- O que foi Rafa, ta com inveja de eu ter um “amigo” – fiz sinal com as mãos como aspas – famoso?
-  Amigo é? Ok ok to sabendo!!!
Nós rimos.
- Para Rafa foi só um celinho ta bom? – parei e pensei – bem, são dois... não, não três. Mas enfim, não passamos de apenas selinhos.
-  Selinhos?? Isso não é nada daqui a pouco vira mais que isso, e a senhora sabe muito bem disso. Mas agora me conte, onde vocês estavam pra demorar tanto assim?
- Senta eu te conto – sentamos no bar e pedimos um drink – quando eu fui dar tcha pra ele e convida pra vim junto, depois eu ele pagou a conta antes de sair ele me disse que teriam paparazzi’s nos esperando na rua e pergunto se isso teria algum problema ai eu falei que não, ele me deu as instruções de como ajir a um ataque desses malucos aí e pra gente sai, quando saimos aconteceu o “vuco vuco” que vocês viram, depois que agente saiu do Nando’s, conversamos sobre o passado, até que do nada eu percebi eu ele tava me olhando tipo sem disfarçar, olho pra rua e ele tava invadindo a faixa contraria, dei um grito dentro do carro nossa foi um susto ele não sabia o que dizer pra se desculpar, mas depois disso agente fica quieto, tipo ninguém mais falava nada por uns 5 minutos, até que ele percebeu que agente tava sendo seguidos por uma carro, ele disse que era um paparazzi, daí ele entro em uma ruazinha...
- Hmmmmmm ruazinha é? – ela me interrompe.
- Rafaela cala a boca e me deixa termina de fala sua mente suja... bom continuando: depois que chegamos na ruazinha o carro nos seguiu também daí ele falou que ia esperar um poucopra ver se o carinha não saia, ficamos quietos novamente, mas daí pintou um clima ai aconteceu, ele me beijou, mas não foi um celinho, logo ele parou arrancou o carro e fico se desculpando mas ai eu falei que não foi nada e começamos a  combina de como seria chegar aqui. Mas o beijo não estava em nossos planos, até então era só uma pose e tal, mas daí o tiuzinho lá da câmera pediu um beijo ai ele me olho e falo “não vou fazer nada eu você não queira” não sou boba né amiga? – dei uma risadinha irônica.
“Louis On”
Eu beijei a (seu nome) quando estávamos com o carro parado naquela rua, não sei o que me deu, me senti muito atraído por ela, mas tipo não é uma atração comum, nunca senti isso por nenhuma outra menina, sinto que tenho que ficar com ela, cuidar dela, fazer a mesma coisa que fazia quando criança, sinto que me apaixonei pela (seu nome), não quero mais a perder só isso que sei, e ainda mais agora, amanhã vai sair em tudo quando é lugar que estamos juntos. Queria ta ali com ela mas se não fosse essas meninas estaria lá com ela.
“Você On”
Papo vai, papo vem, as musicas que tocavam, uma melhor que a outra quando John, bêbado, já se dava pra ver de longe vem e me tira pra dançar.
- Vem (seu nome), vamos dançar, hoje a noite é uma criança, vamos nos divertir. – falava trocando as palavras.
Não dei muita bola e fui. Chegamos na pista e John me abraça, muito forte, a ponte de eu não poder me mexer, aproxima seu rosto perto de meu com um halito horrível começo a falar.
- Que saudade que estava de você meu amorzinho, vem aqui e dá um beijinho no papai aqui vem? – aquele bafo de vodka, misturada com wiski, me deixava tonta.
- Sai John me larga você ta bêbado, nojento e fedorento – pra conseguir me soltar dei um soco na boca de seu estômago e corri até Rafa eu me olhava assustada.
- O que aconteceu?
- O idiota do John tentando me agarrar.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Amores da minha vida, não postei ontem pelo fato de ter ido ao enterro da nossa professora, e cheguei muito tarde em casa, então não deu tempo. Por isso o capítulo de hoje é maior. Bjus espero que gostem

Ass.: Taty ^^  

2 comentários:

  1. continuaaa ta perfeito amei!!!

    ResponderExcluir
  2. Awn amor continuo sim, mais tarde eu posto :) Beijos

    ResponderExcluir

onselectstart='return false'