When you’re Around 4ªTemporada 20°Capítulo- Achou que eu nunca ia te encontrar!

quarta-feira, fevereiro 12, 2014 | | |
-Não faz isso! – Zayn pegou minhas duas mãos e juntou as suas mãos gélidas e olhou em meus olhos... – Não me trate como se fosse à pessoa mais importante para você!


-Mais você é importante para mim! –contestei e Zayn sorriu sem mostrar os dentes.
-Mas não da maneira como eu gostaria, não é da mesma maneira como você é para mim... –fitou nossas mãos.
-Por que você está fazendo isso? –perguntei já sentindo meus olhos arderem e em seguida soltei suas mãos das minhas.
-Isso o que? O que eu fiz? –perguntou Zayn parecendo não entender.
-Para Zayn! Para de tentar me fazer sentir culpada por uma coisa que você fez... –esbravejei sentindo uma lágrima tímida escorrer pelo meu rosto.
  Aonde Zayn quer chegar fazendo isso? Já não basta ele falou naquele programa, onde deu a entender que fui eu que o traí.
-Eu juro que essa não foi minha intensão (Seu Nome)! –disse nervoso...
-A Claro! –sorri ironicamente... –Você também não teve essa intenção quando deu a entender naquele programa que foi que eu te traí... –passei a mão bruscamente pelo meu rosto secando a lágrima que caia.
-Você não entende! –Zayn balançou a cabeça negativamente... –Eu sei que a culpa de tudo isso que aconteceu é só minha e demais ninguém... –engoliu seco... -Mas quando eu vejo Liam dizendo o quanto está feliz com você eu penso que era eu que podia estar no lugar dele, o eu sinto a necessidade de falar o que eu estou sentindo não é por que eu quero que você se sinta culpada! –olhou em meus olhos ainda marejados como os dele...
-Isso não justifica o fato de você fazer isso, você faz isso por que sabe que tanto eu como o Liam vamos se sentir mal. -suspirei me virando de costas para ele... -Liam aguentou todo o tempo que nós namoramos calado, pois sabia que de certa forma nos estávamos felizes juntos e não quis estragar nosso namoro, mais dai você começou com as suas crises de ciúmes e estragou tudo! –pisquei os olhos na tentativa de evitar que as lágrimas voltassem a cair.
-Eu sei que isso não justifica mais eu queria que você simplesmente visse que eu me arrependi do que eu fiz... –fechei os olhos me permitindo a ouvir novamente o que ele tinha a me dizer por mais que eu soubesse qual seria ao fim da conversa... -Me arrependi no momento em que te vi saindo correndo daquele apartamento chorando! –sua voz soou trêmula e eu senti ele se aproximar um pouco de mim... -Se hoje eu tenho que me esconder atrás dessa máscara e fingir que estou bem quando na verdade estou destruído é por minha culpa! –disse ele por fim ainda com a voz embargada, como se ele estivesse tentando conter o choro...
-Eu sei que você se arrependeu! –abri os olhos e me virei de frente para ele, secando as lágrimas que insistiam em cair.
-Então por que você não me perdoa pelo que eu te fiz? –perguntou cerrando os olhos.
-O problema não é perdoar ou não, o difícil mesmo é esquecer! –mordi o lábio inferior tentando esconder o meu nervosismo.
-Eu te entendo! –disse quase sem som... -Quando a mágoa que você sente e grande é difícil de esquecer! –disse desviando assim o seu olhar do meu... -Deve ser por isso que meu pai não ainda me perdoou! -fechou os olhos e pela primeira vez permitiu que as lágrimas escorressem pelo seu rosto.
-Zayn por que não fala para mim o que aconteceu? Sei lá quem sabe eu possa te ajudar de alguma maneira? –perguntei preocupada e ele passou uma das mãos no seu rosto tentando secar as lágrimas.
-Você não desiste não é? –sorriu de canto, voltando a olhar em meus olhos.
-Não, pois me importo com você! E não gosto de te ver assim sofrendo!  - observei seus olhos castanhos que estavam levemente avermelhados.
-Mas eu tenho medo de te contar e você pensar a mesma coisa que meu pai! –engoliu seco em seguida baixou a cabeça.
- Zayn! –me aproximei dele e peguei uma de suas mãos... –Independente do que você fez ou deixou de fazer quero que saiba que eu vou te estar ao seu lado! –apertei sua mão de leve.
-Como você pode confiar ainda em mim depois de tudo que eu te fiz? –soltou minha mão virando-se de frente para o parapeito da sacada onde voltou a escorar seus braços.
-Não é só questão de confiar, eu te conheço Zayn sei que se você faz algum mal para alguém foi sem intenção! –disse parando ao seu lado apoiando também meus braços sobre o parapeito.
-Acho que não me resta nenhuma outra opção! –me olhou cerrando olhos esboçando um leve sorriso em seu rosto.
-Pode confiar em mim Zayn, eu não contar nada do que você falar aqui para ninguém... –respondi sentindo uma brisa fria bater contra o minha pele, fazendo que alguns fios de cabelo caíssem sobre o meu rosto...
-Eu confio! –disse quase sem som, fitando o nada parecendo procurar a maneira a certa de iniciar o assunto enquanto eu fitava o seu rosto com atenção, dava para notar ele estava bastante tenso. Algo me dizia que o que aconteceu entre ele e seu pai não foi só uma simples briga, tenho certeza que aconteceu algo muito mais sério, algo que eu não consigo nem imaginar o que possa ser, então ficamos por alguns longos segundo em silêncio até que do nada Zayn soltou um longo suspiro.
-Eer...Eu...-sua voz falhou e ele engoliu seco antes de prosseguir. –Eu tinha um irmão! –eu arqueei as sobrancelhas surpresa.
-Um irmão?-perguntei confusa, pois ele havia me falado agora a pouco que tinha só três irmãs.
-Sim! Mas quase ninguém além de minha família do Liam e de você agora, sabe da existência dele... –disse apertando as mãos compulsivamente.
-Como assim Zayn? Por quê? –perguntei sem entender.
-É uma longa história! –respirou fundo... –E para você entender eu tenho que começar desde o inicio... –virou a cabeça lentamente em minha direção e eu acendi disposta a ouvi-lo... -Tudo começou a mais ou menos seis anos logo depois do aniversário de quatro anos da minha irmã mais nova Safaa, minha mãe descobriu que estava grávida de novo e ao contrário que muitos imaginam ela e meu pai não ficaram nem um pouco  felizes com a gravidez, no começo tanto ela como o meu pai trataram como uma gravidez indesejada, pois ambos não queriam ter mais filhos. Então o tempo foi passando e minha mãe descobriu que estava grávida de um menino e meu pai ao descobrir que teria mais um filho homem começou a se animar mais com a ideia, os meses foram se passando e o Tyler nasceu e a alegria se instaurou dentro da nossa casa... -Zayn fez uma pausa passando uma  de suas mãos sobre o cabelo... -Foram os anos mais felizes que nos passamos juntos em família até meu irmão completar dois anos de idade foi ai que os problemas começaram, Tyler passou a ter um comportamento estranho tinha dias que ele era extremamente agressivo não nos deixava nem chegarmos perto dele, outros dias não podia nem levantar a voz perto dele que ele começava a chorar descontroladamente, no começo meus pais pensavam que era normal birra de criança pequena essas coisas que ia passar logo mais isso não aconteceu com o tempo meu irmão passou a piorar cada vez mais ele não interagia mais conosco ficava quieto no cantinho dele, não atendia pelo nem próprio nome quando nós o chamávamos, meus pais perceberam que tinha algo de muito errado com ele e o levaram ao médico que depois de algumas semanas o diagnosticou com autismo! (É uma doença que causa uma desordem na qual uma criança ou adulto não desenvolve relações sociais normais e tem o seu desenvolvimento comprometido). –a voz de Zayn estremeceu e ele apertou os olhos com força.
-E vocês o esconderam de todos por isso? Por vergonha de ele ser autista? –o olhei incrédula, não era possível que os pais de Zayn tentassem esconder o filho por vergonha.
-NÃO! –Zayn me respondeu imediatamente... –Não foi isso... –Depois que os meus pais descobriram que ele era autista eles criaram uma espécie de superproteção por Tyler, sempre tinha uma pessoa cuidado dele, meus pais acreditavam que mantendo ele afastado de certas coisas faria com que ele melhorasse rápido ou que tivesse uma evolução no quadro da doença já que não tem cura! Eles não fizeram isso por vergonha e sim para protegê-lo, entende? –se virou de frente para mim.
-Sim eu entendo! –balancei a cabeça afirmando... –Só não entendo por que você brigou com seu pai, foi por causa do seu irmão?
-Foi por causa dele! Mas você só vai entender o porquê depois que eu terminar de te contar. –soltou um suspiro e prosseguiu... –Depois de alguns meses meus pais resolveram fazer uma viagem em família para conhecer a casa de praia que meu pai havia comprado para nós passarmos as férias verão, quando nós chegamos fomos recebidos por Cassie a empregada que meu pai contratou para cuidar da casa e por sua filha Maddie...
-Ah Claro! Ela sempre está presente em todos os momentos ruins de sua vida... –sorri ironicamente deixando clara a raiva que tenho dessa garota...
-Exatamente! –Zayn concordou... –Ela de certa forma me ajudou a perder uma das pessoas que mais amo! –disse quase sem som fitando o chão e eu fiquei em silêncio antes de prosseguir levou suas mãos até os bolsos de sua calça... –Foi ai que tudo aconteceu mais ou menos dois dias depois que nós chegamos à praia, minha mãe e meu pai saíram para fazer compras e pediram que Cassie cuidasse de Tyler enquanto eles tivessem fora, pois a casa era enorme  tinha piscina, escadas um monte de coisa que ele poderia se machucar então eles saíram e eu e Doniya, minha irmã mais velha, ficamos na sala com as minhas outras irmãs jogando um jogo qualquer, enquanto Cassie decidiu levar o Tyler para o quintal para ele brincar um pouco, mal eu poderia imaginar o que ia acontecer, depois de alguns minutos resolvi deixar minhas irmãs sozinhas e ir para algum lugar no quintal para desenhar e ficar um pouco sozinho, quando sai na rua caminhei até um coqueiro e me sentei debaixo do mesmo no chão, peguei o meu caderno e comecei a desenhar, de longe onde eu estava dava para ver Tyler brincando perto da piscina sobre os olhares de Cassie, tudo parecia correr bem, até que do nada ouvi um estouro de porta se batendo e Maddie saiu berrando de casa em direção a sua mãe, dizendo que não merecia a vida que elas levavam que não aguentava aquela pobreza em que viviam e disse que iria ir embora, na hora a Cassie se desesperou e saiu correndo atrás de Maddie berrando feito uma louca, na hora eu não levei muito a sério mais dai veio como um flash em minha cabeça “O Tyler”, imediatamente olhei em volta para ver onde e não o vi em lugar algum, então uma onda de pânico começou a tomar conta de mim! –disse com a voz estremecida deixando que algumas lágrimas rolassem pelo seu rosto... –Foi quando eu ouvi um estouro parecendo que alguém tinha caído na piscina logo o barulho se transformou de uma pessoa se debatendo, foi ai que senti meu coração disparar só de pensar que era meu irmão... –disse ele entre soluços e eu me senti uma idiota, pois não sabia o que falar para ele não vinha nada em minha cabeça... -Então eu sai correndo como um loco em direção a piscina que era distante de onde eu estava, acho que eu nunca corri tanto em minha vida e enquanto  eu me aproximava tive certeza que era o meu irmão apesar de não saber nadar e ter pavor a água eu me atirei na piscina com tudo tentando salvar meu irmão que já tinha parado de se debater...-fez uma pausa tentando controlar o choro... –Com alguma dificuldade consegui tirar ele o mais rápido que eu consegui da piscina e o deitei na grama eu não sabia o que fazer não sabia nenhum tipo de massagem cardíaca eu comecei a gritar por socorro foi ai que Cassie apareceu novamente e começou a tentar reanima-lo, minhas irmãs logo em seguida apareceram apavoradas no jardim, perguntando o que tinha acontecido até que elas viram Tyler no chão e Doniya voltou correndo para dentro de casa para ligar para ambulância, mas quando a ambulância chegou já foi tarde demais (Seu Nome)! Meu irmão já estava morto, ele já tinha morrido por minha culpa que não consegui ele salvar a tempo... –passou as mãos sobre os olhos na tentativa falha de secar as lágrimas.
-Não foi sua culpa Zayn! –disse quase sem som, extremamente surpreendida pelo que Zayn acabou de me contar eu nunca imaginei que o segredo que ele escondia poderia ser tão doloroso para ele, tão doloroso ao ponto de fazê-lo sentir culpa por algo que foi acidente.
-Foi sim se eu não estivesse distraído eu poderia ter salvado o meu irmão (Seu Nome)! –olhou em meus olhos e eu num impulso o abracei forte.
-Foi um acidente Zayn! –sussurrei em seu ouvido enquanto Zayn correspondeu o abraço passando suas mãos sobre as minhas costas... -Não foi sua culpa isso poderia ter acontecido com qualquer um! –completei...
-Mais... –eu o interrompi.
-Sem mais... –afundei minha cabeça em seu pescoço e prossegui... –Às vezes a vida apronta com a gente e nos manda alguns testes para ver se somos fortes para superar a dor e seguir em frente! –me separei lentamente de Zayn, parando de frente para ele.
-Liam me falou a mesma coisa! –disse cabisbaixo... –Mais acho vocês ainda não sabem como é a dor de perder uma pessoa que ama! –disse voltando a me encarar, Zayn já havia parado de chorar agora apenas eram os seus olhos que estavam vermelhos.
-Não diga isso! –sorri de canto... –A vida também já me mandou alguns testes que eu não desejo a ninguém! –disse passando a mão carinhosamente sobre o rosto de Zayn.
-Desculpa! –balançou a cabeça... –E obrigado pela força! –sorriu forçado.
-Não tem o que agradecer! –sorri... –E Zayn não se culpe foi um acidente! –e antes que ele respondesse algo ouvimos alguém me chamar...
-(Seu Nome)! –nos viramos em direção à porta de vidro e vimos Anna parada nós fitando.
-O que foi Anna?-perguntei me afastando um pouco de Zayn.
-Tem alguém querendo falar com você no telefone lá da sala! –disse sem jeito.
-Sabe quem é?
-Disseram que é do curso de fotografia! -disse ela enquanto fitava discretamente o Zayn.
-Está bem eu vou ir lá atender! –sorri e antes de sair da sacada... –Zayn! –o chamei e ele me olhou... –Fica bem! –sorri e ele assentiu.
   Eu sai correndo a caminho da sala, durante o breve percurso trombei com Louis e Gemma indo para a cozinha e depois de alguns segundos cheguei a sala, onde Harry e Niall ainda jogavam videogame e Liam e Logan os observavam um pouco mais distantes, assim que passei por eles ele fui reto ao telefone que estava sobre a mesinha ao lado sofá, quando parei em frente a mesinha peguei o telefone e pus no ouvido.

                                                               Ligação On:
-Alô! Quem fala? –atendi.
-Achou que eu nunca ia te encontrar! –sua voz grossa ecoou em minha mente.
-Quem é? –perguntei assustada e eu pude ouvi-lo rir no outro lado da linha.
-Eu não acredito que você não se lembra de mim! –disse rindo e eu senti meu corpo estremecer.
-O que você quer? –senti meus olhos lagrimejarem.
-Não é meio obvio não (Seu Nome)? –perguntou ríspido e eu fiquei quieta sentindo as lágrimas deslizarem pelo meu rosto... –Você só pode ser muito burra mesmo, achou que fugindo para cá eu nunca iria te encontrar? HAHA! –forçou o riso.
-Por que você não me deixa em paz Jon! –o respondi com a voz fanhosa.
-Ai que fofa, tadinha de você está chorando é? –riu.. –Pois saiba que eu só vou te deixar em paz quando você estiver dentro de um avião voltando comigo para o Brasil... –disse em um tom de voz estranho que me fez ter mais medo do que já tenho dele.
-Eu nunca vou voltar com você para o Brasil! –esbravejei...-Eu te odeio Jon!
-A você vai voltar sim custe o que custar, nem que para isso eu tenha que dar um jeito nesse idiota do seu namoradinho... -disse em um tom ameaçador.
-VOCÊ NÃO VAI FAZER NADA COM ELE! –gritei...
-Vou sim! –riu... –Você é tão tontinha que não pereceu que eu já te observo faz tempo, sei de todos seus passos, sua rotina, alias não só sua mais como a do seus padrinhos do seu amiguinho loirinho do namoradinho.
-Você é doente! –disse com a voz tremula.
-É pode até ser! –gargalhou... –Aliás você nunca imaginou quem foi o loco que tentou atropelar o seu namoradinho no estacionamento?
-Foi você! –disse entre soluços.
-É! –afirmou... –Eu vou te avisar uma última vez você vai voltar comigo para o Brasil custe o que custar, quando você menos esperar vai estar dentro de um avião voltando comigo para casa!
-NÃO EU NÃO VOU! –gritei,  fazendo com que todos estivessem na sala se assustassem deixando o telefone escorregar entre os meus dedos e cair no chão.

Ligação Off: 
-Que era (Seu Nome)?  –perguntou Liam preocupado se aproximando de mim.
-Era o Jon! –disse entre soluços enquanto sentia meu corpo todo tremer e Liam correu a pequena distância que nos separava e me abraçou forte...


------------------------------------------------------------------------------------------------------------
  Olá pequenas!! Demorei novamente é que eu estava com uns problemas no pc, que eu já tinha  na postagem anterior, peço desculpa, por mais que sei que o disco está se repetindo, peço desculpa novamente!! Amanhã eu venho com Just way you are!! E antes de sábado ou sábado volto com essa fic!! Gostaria de agradecer os comentários muito obrigada!! 
Mais falando da fic o que vocês estão achando? E ai o que acharam da primeira parte do segredo do Zayn ele teve culpa ou não? E o Jon que voltou dessa vez para valer? Bjs Boa noite!!Comentem é muito importante para mim por favor!!
Kamila^^

19 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Valeu a pena esperar, muito lindo!!
    O Zayn não teve culpa de nada, a culpada foi a Menddie, ela que deveria sentir culpa!!

    Mano, você escreve bem demais!! To A-M-A-N-D-O essa fic. De verdade!!!
    <3

    ResponderExcluir
  3. Posta o cap 1 da 5 temporada, por fafor!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Ficou perfeito, mesmo parabens tah muito bom :3

    ResponderExcluir
  5. por favor posta logo logo logo mds to amando essa fic to ate sem palavras pra descrever ><

    ResponderExcluir
  6. Não , o Zayn não teve culpa, tadinho sério :c Arg esse idiota do Jon af, bem que ele poderia morrer u_u uheuhe
    Continua pfvr amor ^^ bjs
    Gabi

    ResponderExcluir
  7. Continuuuuuuuuuuuuuuuuaaaa !!!!
    Cara vc escreve mto perfeitamente perfeito ...
    Continuaaa !! Tah mto perfeito e legal ...
    Morre desgraçadooo(Jon) !!!
    Odeio ele ... Mas ele q fez a historia acontecer ...
    Continuaaaaa !!
    Bjoos
    LalyP

    ResponderExcluir
  8. Continuaaa. Ta perfeitaaa. Vc escreve muito bem. To muito ansiosa. Logan é meu irmão, tenho certeza disso. Jon é um desgraçado. Maddie que foi a culpada pela morte de Tyler. Liam é meu anjo tenho que continuar com ele. <3

    ResponderExcluir
  9. nossa capitulo emocionante,sera q esse chato do jon n vai deixar (seu nome) em paz...
    ta muito bom continuaaaaa bjs:paula

    ResponderExcluir
  10. Pelo amor de deus continuaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  11. Ta mt Perfeiito <3
    Vc escreve mt bem ^^ Paarabens
    Posta logo o 1º capitulo da 5º Temporada pfv *--------------*

    ResponderExcluir
  12. Continua pelo amor dos minos continua ta muito perfeita to babando nela ja pedir metade das minhas unhas lendo suas fica so pq eu fica emcionada por agulmas partes e perdiu metades das minhas unhas U.u

    ResponderExcluir
  13. Continua ta muito perfeito cara *__*

    ResponderExcluir
  14. Continua ta perfeito. Posta mais rápido esta de morando muito mais.ta perfeito
    Luiza

    ResponderExcluir
  15. Oii! sou nova por aqui e estou A-M-A-N-D-O! Tipo... encantada *_* Enfim posta logo o cap. 5 prfff!
    Bjuss da Ange!

    ResponderExcluir
  16. Desculpe, cap 5 não! 5 temporada hahah errei no meu último comentário.

    ResponderExcluir
  17. Pf pelo amor de Deus posta a 5 temporada! Adoro suas fics bjs!

    ~ Luiza

    ResponderExcluir

onselectstart='return false'